Ganhou quem aproveitou

O hábito de ver novelas, que eu havia perdido em 1998 e só foi reabilitado em 2004, por força de minha amada quase-noiva, me fez forçosamente perder outro: deixei de ver jogos improváveis pela televisão. Pois depois de A Favorita, certamente a melhor trama desde que voltei a olhar a Globo por volta das nove da noite, uma novela nova é a maior chance que tenho de perder este hábito, ou ao menos só assistir às tramas em companhia dela. E vejam minha força de vontade: deixar de ver Juliana Paes de odalisca para apreciar este Guarani x Portuguesa é uma prova e tanto que estou disposto a mudar o âmbito de minhas noites de meio de semana.

Uma das certezas de que estou envelhecendo é saber que meus heróis de infância e adolescência já pararam de jogar e viraram treinadores. É o caso de Luciano Dias, zagueiro do Grêmio dos anos 90, que comanda o Guarani. Da ventosa noite de hoje no poético Brinco de Ouro da Princesa, ele deve ter saído com apenas uma certeza: o meia Bruno, ex-Juventude em 2008, deve ser titular de sua equipe para a temporada que prevê Paulistão, Copa do Brasil e Série B. O Guarani hoje se dividiu em dois: foi um no primeiro tempo, sem Bruno; foi outro, bem melhor, no segundo, com ele.

O primeiro tempo deu a impressão que quem jogava em casa era a Lusa. Trocava passes com a naturalidade de um mandante, atacava com o volume de jogo de um mandante, criava chances como um mandante, enfim, jogava com mandante. Edno, Heverton e Fellype Gabriel não raro tramavam e levavam perigo, e o Guarani não tinha escape. Já se ouviam murmúrios reclamões antes dos 30 minutos por parte dos torcedores, com razão.

Luciano tirou o apático Mário César e pôs Bruno no intervalo. Não vá se pensar que ele foi mágico, brilhante. Não. Mas deu mais intensidade e consistência ao time ofensivamente. Pôs Maranhão, lateral malemolente a la Vítor e Léo Moura, e Cléverson para jogarem. E se eles entram no jogo, o centroavante Fernando Gaúcho também entra. Foi num passe de Bruno para Cléverson que saiu o pênalti cometido por Rai, e convertido por Fernando, aos 24.

Com Fellype Gabriel tentando dar de letra invariavelmente, a Lusa só chegava com Edno, que fazia boas jogadas aberto pela esquerda. Numa delas, centrou para entrada maravilhosa de Fabrício Carvalho, que cabeceou raspando o poste. Teria sido mais coerente um empate, mas a vitória acabou premiando a maior precisão do Bugre, que começa 2009 vencendo um de seus futuros adversários que brigarão para voltar à elite nacional. O desafio de Luciano será encaixar Amoroso num time que já tem em Cléverson e Fernando Gaúcho uma boa dupla de ataque. Talvez como meia terminal, como nos velhos tempos, ao lado de Bruno, seja o melhor.

Em tempo:
- Itaqui, ex-Grêmio, segue sem chance de jogar na meia, sua posição real. Pode sucumbir também por isso.

Campeonato Paulista 2009 - 1ª Fase - 1ª rodada
21/janeiro/2009
GUARANI 1 x PORTUGUESA 0
Local: Brinco de Ouro da Princesa, Campinas (SP)
Árbitro: Cléber Wellington Abade
Público: 4.283
Renda: R$ 41.865,00
Gol: Fernando Gaúcho (pênalti) 24 do 2º
Cartão amarelo: Glauber, Rafael Fefo e Rai
GUARANI: Douglas (5,5), Maranhão (6), Plínio (5), Augusto (5) e Itaqui (5,5); Glauber (5,5), Rafael Fefo (5,5), Mário César (4,5) (Bruno, intervalo - 6) e Cléverson (6) (Dairo, 28 do 2º - 5); Chiquinho (5) (Claudiney Rincón, 31 do 2º - 5) e Fernando Gaúcho (6). Técnico: Luciano Dias (6)
PORTUGUESA: Fábio (5,5), César Prates (4,5), Bruno Rodrigo (5), Alex Bruno (5) e Athirson (5); Erik (5), Rai (4,5) (Miltinho, 31 do 2º - 5), Marco Antônio (5) e Fellype Gabriel (4,5) (Carlos Alberto, 39 do 2º - sem nota); Héverton (5,5) (Fabrício Carvalho, 13 do 2º - 5,5) e Edno (5,5). Técnico: Estevam Soares (5)

Comentários

Lourenço disse…
Luciano = herói?
Vicente Fonseca disse…
Não chega a tanto, claro. Mas apesar de ter sido aposentado pelo Fabiano, era um bom zagueiro e esteve presente em todas as maiores conquistas que vi do Grêmio. Merece muito o meu respeito.
Luciano?????? Aquele que substituiu o Paulão na zaga do Grêmio em 94???????
Vicente Fonseca disse…
Ele mesmo. Aquele que o Felipão pensou em escalar de centroavante na final do Brasileiro de 1996.
Prestes disse…
Bah, esse Luciano era muito ruim na zaga. Assisti o primeiro tempo desse jogo, a Lusa rondava, rondava, e nada.
Vicente Fonseca disse…
Tu tá com a impressão dele levando um laço do Fabiano, Prestes. Nos bons momentos, ele tinha o seu valor, mesmo que nunca tenha sido titular (só até a metade da Libertadores de 1995).
luís felipe disse…
o Luciano era um bom zagueiro. O azar dele foi disputar o último jogo nos 5x2.

o meu problema com a TV nesse horário não é a novela, mas o Discovery Kids, que escolhe os melhores programas para o horário das 21h30 - 22h30.
Prestes disse…
Esse time da Portuguesa acho que tem chance de voltar à série A. Manteve a base e o treinador do finzinho ali do campeonato, quando jogavam bom futebol, mas não conseguiam ganhar - igualzinho a ontem. Precisam aprender a matar o jogo. Já o Guarani tá bem ruinzinho. Ainda tem o Amoroso, que pode dar um acréscimo bom em um time medíocre.
Vicente Fonseca disse…
Na verdade, aquele foi o penúltimo jogo dele. O último foi três dias depois, contra o Peñarol, pela Supercopa, quando foi expulso NO PRIMEIRO TEMPO. A torcida o vaiava por causa da tragédia dos 5 a 2 desde o anúncio dos alto-falantes.

Incrivelmente, foi comprado por um time BELGA dois dias depois.
Vicente Fonseca disse…
É, a Lusa começou 2009 com a base que foi bem no finzinho de 2008. Mantendo os caras tem chance mesmo, o problema é justamente manter. Não duvido que os times da Série A queiram comprar Edno, Fabrício Carvalho, etc, dependendo de como for no Paulistão.

O Guarani tá fraco mesmo, mas tem tempo pra melhorar. Pela tradição, torço muito para que se recupere.
Prestes disse…
Cara, eu não me lembro dele jogando bem. O 5 a 2 deve ter marcado minha memória mesmo. Time belga, usahdaushdsauhdushasdsa
Prestes disse…
Pois é, estranhei até ver o Edno em campo. Não acho tão bom quanto o Pedro Heberle acha, mas é jogador pra série A, sem dúvida. Acho que a Portuguesa deve ter elevado a pedida e não conseguiu vender. A tendência é que acabe cedendo o jogador até o meio da temporada mesmo.
Lique disse…
luciano, O HOMEM QUE ANULAVA EDMUNDO. essa e' a frase da lapide dele.
Zeh disse…
PARAÍSO TROPICAL foi melhor.

cláudia raia deveria voltar pro teatro. ninguém mais acredita em mocinha daquele tamanho.
e como canta mal, paidocéu.
Vicente Fonseca disse…
É mesmo, anulou Edmundo. Eu fui naquele jogo, 0 a 0 com o Palmeiras, 1ª fase da Liber-95.

Há rumores de que as enchentes em Santa Catarina tenham sido causados pela quantidade excessiva de LÁGRIMAS derramadas por Claudia Raia e Mariana Ximenes n'A Favorita.
Samir disse…
De fato, me surprende o fato do Edno ainda estar na Portuguesa. Até pq times como Grêmio e Cruzeiro demonstraram interesse em contratá-lo. A pedida da Portuguesa deve ter sido alta demais.

E tenho que dizer uma coisa: é bom esse Pedrão do Barueri hein... o cara não tem nome de boleiro, mas sabe se posicionar denrto da área e tem frieza na hora de concluir. Bom jogador...